Critérios para a admissão ao Curso de Formação de Multiplicadores para implementação de Ações de Vigilância em Saúde do Trabalhador, no âmbito do Sistema Único de Saúde.

(Projeto ENSP-041-FIO-14

 

Para esta formação são necessários formadores (multiplicadores) que possuam conhecimentos básicos de ST e de Visat e que tenham a capacidade de disseminar esses conhecimentos numa perspectiva pedagógica própria, coerente com os princípios da ST e da Visat. 

Neste documento apresentamos os critérios para a seleção desses multiplicadores, conforme um roteiro estabelecido após alguns esclarecimentos. Em virtude da possibilidade de se ter um número maior de candidatos do que o número de vagas, adotamos uma pontuação para cada um dos critérios obedecidos. Desse modo, a seleção e ordem de aprovação será efetuada automaticamente de acordo com a mesma. Em razão do presente projeto estar vinculado à Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP) o diplima é emitido na modalidade de Curso de Aperfeiçoamento. 

Seguem os critérios de admissão para o Curso de Formação de Multiplicadores: 

 

1 - Membro efetivo de Cerest concursado com vínculo estável - 2 pontos

2 - Participação comprovada como aluno em Curso Básico de Visat, na modalidade pedagógica proposta - 2 pontos 

3 - Participação comprovada como aluno em Curso Básico de Visat, em outra modalidade pedagógica: 40 horas ou mais - 1,5 pontos; 40 horas ou menos - 1 ponto 

4 - Participação comprovada como aluno em Curso de Formação de Multiplicadores, na modalidade pedagógica proposta - 3 pontos* 

5 - Ocupação de cargo de coordenação de Cerest ou afim - 2 pontos 

6 - Especialização em Saúde do Trabalhador - 2 pontos 

7 - Mestrado e/ou doutorado em ST: em andamento - 2 pontos; concluído - 3 pontos 

8 - Experiência comprovada como instrutor em curso de Visat - 2 pontos 

9 - Experiência comprovada como docente em curso de ST ou afim - 1,5 pontos 

10 - Especialização em curso afim de ST - 1,5 pontos 

11 - Perfil comprovado de instrutor em modalidades de ensino formal ou comunitário - 1,5 pontos 

12 – Mestrado e/ou doutorado em Saúde Pública ou afim: em andamento – 1,5 pontos; concluído - 2 pontos 

13 - Disponibilidade para ministrar o Curso Básico, inclusive em outras regiões do país - 3 pontos** 

 

* Neste caso, dependendo do perfil do candidato, a juízo da coordenação o candidato poderá ser convidado a compor o Grupo Técnico de Formação e Supervisão do projeto. 

** Neste caso, o candidato deverá se comprometer com a coordenação do projeto e a coordenação local da Renast, a partir de uma agenda pré-definida. 

 

Obs. Os candidatos deverão comprovar os critérios mediante uma ou mais das seguintes alternativas: 

a - Registro no curriculum Lattes; 

b - diplomação; 

c - depoimento da coordenação do Cerest; 

d - depoimento de próprio punho. 

 

Rio de Janeiro, 26 de setembro de 2013. 

Dr. Luiz Carlos Fadel de Vasconcellos

Coordenador do Projeto